Nos 100 anos de «Nosferatu»

(Adenda – Em Junho de 2023 foram disponibilizados dois relatos desta celebração dos 100 anos de «Nosferatu»: um videográfico, no YouTube, com uma primeira e uma segunda partes; e um literário, pelas Edições Humus, com coordenação de Alexis F. Viegas, Claudia J. Fischer e Patrícia Sá.)

No próximo dia 22 de Junho o centenário da estreia do filme «Nosferatu, eine Symphonie des Grauens», realizado pelo alemão F. W. (Friedrich Wilhelm) Murnau, será assinalado e celebrado n(a sala 2 d)o Cinema São Jorge, em Lisboa, através de uma iniciativa denominada «Nosferatu – 100 Anos de Terror», uma organização conjunta – da responsabilidade de Claudia Fischer, Alexis Viegas e Patrícia Sá – do Centro de Estudos Comparatistas e do Departamento de Estudos Germanísticos da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.  

O evento tem início às 16 horas com uma conversa entre cinco oradores convidados, especialistas, professores e investigadores universitários, escritores, cineasta, que abordarão a importância do filme «no contexto do expressionismo alemão e do cinema de terror» e discutirão o terror «enquanto género artístico e a sua expressão em Portugal» – Luísa Afonso Soares, Santiago Pérez Isasi, Sandra Henriques, Paulo A. M. Oliveira e ainda o «nosso» David Soares. Segue-se, às 18 horas, uma nova conversa, mas com «artistas convidados, que falarão da sua arte e das suas submissões para o evento» – Madalena Cardoso, Patrícia Sofia Costa, Samir Karimo e Susana Silva. Finalmente, às 21.30, será exibido o filme.

O evento é aberto ao público e a entrada é livre, embora condicionada à lotação da sala, que é de cem lugares; o levantamento de bilhetes poderá ser feito a partir de 20 de Junho na bilheteira do Cinema São Jorge.

%d bloggers like this: