i dream in infrared :: Coisas de vanities… parte 2!

i dream in infrared
A FNAC do Almada Fórum já me habituou ao pior. Não é só por ter grandes lacunas no inventário de livros, ou por se parecer cada vez mais com uma feira-da-ladra na forma como mantém (des)arrumada a loja, ou pela completa desinformação geralmente proporcionada pelos seus funcionários. Como já tive oportunidade de referir, esta parece ser a loja dessa cadeia internacional com maior pendor para aceitar colocar livros de vanity presses nas suas prateleiras, mesmo os que nem conseguem respeitar as mais básicas regras da língua portuguesa (sejam elas de que Acordo Ortográfico forem). Mas pronto, fica ali mesmo à mão, e quando se vai ao Fórum por outras razões, acaba por ser destino tangencial, nem que seja apenas para espreitar as novidades…

Assim, depois do post anterior, o facto da secção de Fantástico da livraria ter em destaque um livro da Chiado Editora não poderia passar despercebido.


De título O Guerreiro Psíquico, de Aníbal Ávila Castro, as páginas que li não me deixaram muito convencido ou interessado. Mesmo que o autor, na nota introdutória, quase me tivesse feito acreditar que ia adentrar numa jóia da literatura fantástica nacional:

«[…]Finalmente, mas não menos importante, agradeço a experiente opinião profissional de Isabel Garcia, que teceu os maiores elogios à obra. Referiu que o livro não precisava de qualquer correcção e que, em toda a sua carreira, nunca tinha visto uma primeira obra de um autor com um tão grande grau de perfeição. O encadeamento da história e os diálogos eram simplesmente fantásticos. Estas palavras, entre outras, vindas de quem vieram, foram para mim um forte encorajamento e uma motivação para seguir em frente[…]».

Pois, certo, no comments… *suspiro*

i dream in infrared :: Coisas de vanities… parte 2!

i dream in infrared
A FNAC do Almada Fórum já me habituou ao pior. Não é só por ter grandes lacunas no inventário de livros, ou por se parecer cada vez mais com uma feira-da-ladra na forma como mantém (des)arrumada a loja, ou pela completa desinformação geralmente proporcionada pelos seus funcionários. Como já tive oportunidade de referir, esta parece ser a loja dessa cadeia internacional com maior pendor para aceitar colocar livros de vanity presses nas suas prateleiras, mesmo os que nem conseguem respeitar as mais básicas regras da língua portuguesa (sejam elas de que Acordo Ortográfico forem). Mas pronto, fica ali mesmo à mão, e quando se vai ao Fórum por outras razões, acaba por ser destino tangencial, nem que seja apenas para espreitar as novidades...

Assim, depois do post anterior, o facto da secção de Fantástico da livraria ter em destaque um livro da Chiado Editora não poderia passar despercebido.


De título O Guerreiro Psíquico, de Aníbal Ávila Castro, as páginas que li não me deixaram muito convencido ou interessado. Mesmo que o autor, na nota introdutória, quase me tivesse feito acreditar que ia adentrar numa jóia da literatura fantástica nacional:

«[...]Finalmente, mas não menos importante, agradeço a experiente opinião profissional de Isabel Garcia, que teceu os maiores elogios à obra. Referiu que o livro não precisava de qualquer correcção e que, em toda a sua carreira, nunca tinha visto uma primeira obra de um autor com um tão grande grau de perfeição. O encadeamento da história e os diálogos eram simplesmente fantásticos. Estas palavras, entre outras, vindas de quem vieram, foram para mim um forte encorajamento e uma motivação para seguir em frente[...]».

Pois, certo, no comments... *suspiro*

i dream in infrared :: Coisas de vanities… parte 2!

i dream in infrared
A FNAC do Almada Fórum já me habituou ao pior. Não é só por ter grandes lacunas no inventário de livros, ou por se parecer cada vez mais com uma feira-da-ladra na forma como mantém (des)arrumada a loja, ou pela completa desinformação geralmente proporcionada pelos seus funcionários. Como já tive oportunidade de referir, esta parece ser a loja dessa cadeia internacional com maior pendor para aceitar colocar livros de vanity presses nas suas prateleiras, mesmo os que nem conseguem respeitar as mais básicas regras da língua portuguesa (sejam elas de que Acordo Ortográfico forem). Mas pronto, fica ali mesmo à mão, e quando se vai ao Fórum por outras razões, acaba por ser destino tangencial, nem que seja apenas para espreitar as novidades…

Assim, depois do post anterior, o facto da secção de Fantástico da livraria ter em destaque um livro da Chiado Editora não poderia passar despercebido.


De título O Guerreiro Psíquico, de Aníbal Ávila Castro, as páginas que li não me deixaram muito convencido ou interessado. Mesmo que o autor, na nota introdutória, quase me tivesse feito acreditar que ia adentrar numa jóia da literatura fantástica nacional:

«[…]Finalmente, mas não menos importante, agradeço a experiente opinião profissional de Isabel Garcia, que teceu os maiores elogios à obra. Referiu que o livro não precisava de qualquer correcção e que, em toda a sua carreira, nunca tinha visto uma primeira obra de um autor com um tão grande grau de perfeição. O encadeamento da história e os diálogos eram simplesmente fantásticos. Estas palavras, entre outras, vindas de quem vieram, foram para mim um forte encorajamento e uma motivação para seguir em frente[…]».

Pois, certo, no comments… *suspiro*

i dream in infrared :: Coisas de vanities… parte 2!

i dream in infrared
A FNAC do Almada Fórum já me habituou ao pior. Não é só por ter grandes lacunas no inventário de livros, ou por se parecer cada vez mais com uma feira-da-ladra na forma como mantém (des)arrumada a loja, ou pela completa desinformação geralmente proporcionada pelos seus funcionários. Como já tive oportunidade de referir, esta parece ser a loja dessa cadeia internacional com maior pendor para aceitar colocar livros de vanity presses nas suas prateleiras, mesmo os que nem conseguem respeitar as mais básicas regras da língua portuguesa (sejam elas de que Acordo Ortográfico forem). Mas pronto, fica ali mesmo à mão, e quando se vai ao Fórum por outras razões, acaba por ser destino tangencial, nem que seja apenas para espreitar as novidades...

Assim, depois do post anterior, o facto da secção de Fantástico da livraria ter em destaque um livro da Chiado Editora não poderia passar despercebido.


De título O Guerreiro Psíquico, de Aníbal Ávila Castro, as páginas que li não me deixaram muito convencido ou interessado. Mesmo que o autor, na nota introdutória, quase me tivesse feito acreditar que ia adentrar numa jóia da literatura fantástica nacional:

«[...]Finalmente, mas não menos importante, agradeço a experiente opinião profissional de Isabel Garcia, que teceu os maiores elogios à obra. Referiu que o livro não precisava de qualquer correcção e que, em toda a sua carreira, nunca tinha visto uma primeira obra de um autor com um tão grande grau de perfeição. O encadeamento da história e os diálogos eram simplesmente fantásticos. Estas palavras, entre outras, vindas de quem vieram, foram para mim um forte encorajamento e uma motivação para seguir em frente[...]».

Pois, certo, no comments... *suspiro*
%d bloggers like this: